11 Benefícios do Kamut – O Que é, Propriedades e Receitas

Kamut

Você já ouviu falar em Kamut? Também conhecido como trigo Khorasan, o Kamut é um tipo de grão de trigo que pode ser muito benéfico para a sua alimentação e saúde em geral.

Esse alimento apresenta um sabor similar ao de nozes e seu perfil nutricional oferece os mais diversos micronutrientes e minerais, além de grandes quantidades de macronutrientes como proteínas e fibras.

Vamos conferir os principais benefícios do Kamut e conhecer suas propriedades interessantes para a saúde, além de sugestões de receitas para que você possa testar e experimentar em casa.

Kamut – O que é?

Kamut é o nome comercial dado ao trigo Khorasan. Nada mais é que um trigo cultivado organicamente e protegido de qualquer tipo de modificação genética ou hibridização.

Essa espécie de trigo é excelente pois produz trigo de alta qualidade sem a necessidade da adição de fertilizantes artificiais ou pesticidas. O Kamut é extremamente tolerante a diversas condições da terra e pragas, sendo possível o cultivo orgânico com alto rendimento sem perder a qualidade. Além disso, ele apresenta grãos com o dobro de tamanho do trigo comum.

Devido ao cultivo estritamente orgânico, diferente dos trigos comuns, que são submetidos a várias técnicas modernas de cultivo e de modificação, o trigo Kamut apresenta mais proteínas, aminoácidos, lipídios, vitaminas e minerais do que o trigo comumente encontrado nas prateleiras dos supermercados.

História do Kamut

A origem desse trigo é duvidosa, já que por ser muito antigo, é difícil saber quando e onde exatamente ele surgiu. Cientistas de vários países acreditam que esse grão pode ser primo do trigo duro, já que ambas espécies pertencem à família da planta Triticum turgidum.

O trigo Khorasan parece ter sua origem na Mesopotâmia e existem várias histórias de que era consumido por egípcios na antiguidade. Porém, não existem evidências reais de que isso realmente ocorreu. Os agricultores da Turquia chamavam esse trigo de “dente de camelo” ou “trigo do profeta”, já que havia uma lenda de que Noé havia trazido esse grão com ele em sua arca.

Independentemente de sua real origem, Kamut é o nome da marca responsável por voltar a cultivar esse trigo, mantendo as características e qualidade da época em que foi descoberto.

Propriedades

Esse trigo tem propriedades nutritivas e antioxidantes excelentes que ajudam a proteger o corpo de diversas doenças, além de fortalecer o sistema imunológico, favorecer vários processos metabólicos e proteger as células de danos causados pelo estresse oxidativo e pela presença de radicais livres no organismo. Mais abaixo, veremos em detalhes esses e outros benefícios do Kamut para a saúde.

Informações nutricionais

O Kamut apresenta até 40% de proteína a mais do que outras versões de trigo. Além disso, ele é mais rico em minerais como zinco, magnésio e selênio e contem também boas quantidades de polifenóis e ácidos graxos saudáveis.

Devido ao seu alto teor de lipídios, o Kamut é um grão que fornece mais energia do que carboidratos refinados. Ele é rico em nutrientes como magnésio, vitamina B1 (tiamina), vitamina B3 (niacina), selênio, cobre, manganês e molibdênio. Tais nutrientes contribuem para a manutenção da função cognitiva, de processos metabólicos, da pressão arterial e atuam protegendo o organismo do estresse oxidativo.

Rico também em carotenoides e compostos fenólicos antioxidantes, o Kamut ajuda a proteger o corpo contra doenças crônicas e degenerativas.

Por ser um ótimo nutriente e ser bem digerido pelo organismo, o Kamut é adequado para atletas de alto nível e para pessoas comuns que buscam ter uma boa nutrição.

Assim como outros tipos de trigo, o Kamut contém glúten e, desta forma, não é indicado para pessoas com doença celíaca.

– Fonte de fibras e proteínas

O Kamut é uma ótima fonte de fibras, alguns carboidratos e proteínas. A proteína é importante pois desempenha funções essenciais para manter os tecidos fortes e saudáveis, além de participar de diversos outros processos metabólicos importantes, como no transporte de oxigênio e no sistema imunológico.

Já a fibra é importante para ajudar a combater o colesterol alto, a lutar contra a diabetes tipo 2 e, claro, manter uma boa saúde digestiva.

– Selênio e manganês

O Kamut é uma ótima fonte de minerais essenciais como selênio e manganês. Ambos atuam como compostos antioxidantes que trazem benefícios do Kamut para proteger o corpo de danos celulares causados por radicais livres. Eles também ajudam a manter o equilíbrio hormonal, já que o manganês auxilia na síntese de hormônios sexuais, enquanto que o selênio ajuda na produção dos hormônios da tireoide.

O manganês, em especial, é importante para manter a saúde do sistema nervoso, para atuar no metabolismo energético além de ser usado para regular os níveis de glicose no sangue e potencializar a absorção de cálcio. Assim, ele também é essencial para a saúde dos ossos e evita o desenvolvimento de doenças como a osteoporose a artrite reumatoide.

– Magnésio e zinco

A presença de magnésio promove uma melhor saúde dental e óssea. Além disso, o magnésio participa da ativação de algumas enzimas e regula os níveis de vitaminas e minerais como o zinco, o potássio, o cobre e a vitamina D.

A deficiência de magnésio no organismo pode aumentar o risco de desenvolvimento de condições como diabetes, pressão arterial elevada, osteoporose, insuficiência cardíaca e depressão.

Já o conteúdo de zinco encontrado no Kamut beneficia o sistema imunológico e garante a função adequada da tireoide.

– Niacina

Conhecida também como vitamina B3, a niacina é a vitamina do complexo B presente em maior proporção no Kamut. Ela é importante para o metabolismo adequado de macronutrientes como gorduras, proteínas e carboidratos, além disso, o consumo de alimentos ricos em niacina ajuda na prevenção de doenças como a diabetes, a osteoartrite, a aterosclerose, o colesterol alto e outros problemas cardiovasculares.

Tabela nutricional

Uma xícara de Kamut cozido apresenta aproximadamente:

  • 251 calorias;
  • 11 gramas de proteína (17% da ingestão diária recomendada para uma pessoa com 70 kg);
  • 2 gramas de gordura;
  • 52 gramas de carboidratos;
  • 7 gramas de fibras dietéticas (28% da ingestão diária recomendada de fibra para mulheres e 19% da quantidade recomendada para os homens);
  • 0 gramas de açúcar;
  • 10 miligramas de sódio;
  • 4,7 miligramas de niacina ou vitamina B3 (24% da ingestão diária recomendada);
  • 0,2 miligramas de tiamina ou vitamina B1(14% da ingestão diária recomendada);
  • 0,14 miligramas de piridoxina ou vitamina B6 (7% da ingestão diária recomendada);
  • 20 microgramas de folato ou vitamina B9 (5% da ingestão diária recomendada);
  • 0,05 miligramas de riboflavina ou vitamina B2 (3% da ingestão diária recomendada);
  • 2 miligramas de manganês (100% da ingestão diária…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *